Desejos


Desejei ser tua lágrima.
Brotar de teus olhos,
Rolar em tua face,
Me acabar em teus lábios!

Desejei ser tua saliva.
Nascer em tua boca,
Me envolver em tua língua,
Ser tomado dentro de ti!

Desejei ser teu suor.
Escorrer por teu corpo,
Percorrer tuas curvas,
Me secar em tua roupa.

Desejei ser tuas mãos,
com elas apontar em minha direção.
E, num desejo de não se controlar,
Segurar em meu corpo e me tornar teu!

2 comentários:

Malu disse...

Os últimos quatro versos tornam o seu poema absoluto!
Que belo!
Grande abraço

Rosangela disse...

Romântico, erótico e muito belo!
Bj Marcos!