A Mulher Sozinha


Eu me toco e o som é cravo
Levemente com meus dedos molhados
E o som que ressona dentro de mim
Ao toque interno da minha mão
é agudo e fere.


Sem preceber a dor escuto a canção,
As notas desenhistas que se formam
Finalmente tocam meus seios
Sem saber eu sei de você
De você sem mim


Nem quero nada agora
Aperto com força
Meus seios e púbis
Ahhhhhhh....

Obrigada por não ter vindo!



Texto: Neusa Fiesta
Imagem: gravura de Eduardo Lima






11 comentários:

Kassya Mendonça disse...

Minha querida irmã gemea,

lindo!!!
erotico sem ser vulgar.
palavras escritas na medida certa para transmitir todo o alge do prazer solitario, sem ser explicito ou apelativo.

Parabéns pela sensibilidade!

bjus

desabafodascalcinhas.blogspot.com disse...

Sutil. Doce. Delicado. Erótico.
Muito bom !

Beijos

Ebrael Shaddai disse...

Notas agudas
De uma canção
Sincrônica,
Sinfônica.

Percorrida és
Entre vibratos,
Dedilho
Meu estrebilho...

Na onda concêntrica,
Sem esconder-te, lúbrica,
Uivas a mim, sem mim,
Por mim, gozo monossilábico...

Maria Marçal disse...

Que Especial!!!

beijos, Maria Marçal - Porto Alegre - RS

Jackie Freitas disse...

Olá Neusinha, minha Fiesta querida!
Você é, sem dúvida, um grande talento! Escreve com sentimento e revela na escrita a intensidade de qualquer que seja o sentimento! O poema é bonito, sensual sem mostrar-se vulgar...
Grande beijo, querida! Parabéns!
Jackie

Neusa Fiesta disse...

Minhas queridas amigas: Kassya, Maria Marçal, Jackie, Celamar e amigo Ebrael: sinto-me satisfeitíssima com a percepção que tiveram de meu poema.
É a minha primeira vez e receava soar vulgar ao invés de sensível. Felizmente, através da gentileza de seus comentários, pude perceber que estou no caminho correto.Um grande beijo a todos!

Alfeu Gomes disse...

Sou uma mulher sozinha porque sou ambiciosa por demais. Tenho a pretensão de um dia sentir-me penetrada até a alma. Pra mim tudo se resume a isso. Ou toca ou não toca.

Yolanda Hollaender disse...

Adorável amiga Neusa, vim prestigiar seu poema neste belo espaço.
Você conseguiu traduzir a sensação do prazer com delicadeza e elegância, sem perder a essência...
Sempre nos surpreendendo...
Meu carinho,
Yolanda

LISON COSTA disse...

Saudações!
Amiga Neusa:
O seu Poema é absolutamente lindo... Você elevou a leveza do ser!
Parabenizo-a ardorosamente por mais uma bela obra!
Fraternalmente,
LISON COSTA.

Neusa Fiesta disse...

Agradeço aos meus amigos queridos,
pelos comentários carinhosos.
Um grande abraço a todos!

Paulo Roberto Brandão disse...

muito ESPECIAL gostei demais , parabens .