Vem

Vem
Me abraça
Me amassa
Me faz mulher

Vem
Me assanha
Me ganha
Me faz vibrar

Vem
Dengoso
Gostoso
Fogoso
Manhoso
Me faz gozar

Vem
Me atiça
Enfeitiça
Me excita

Vem
Me enlouquece
Me aquece
Me faz delirar

Vem
Me arranha
Faz manha
Me faz amar

Vem
Me alisa
Me avisa
Quando
vai chegar

Vem
Te espero
Eu quero
Não nego
Me entrego

Vem
Sou tua
Na Cama
Na Lama
Em todo lugar
Por isso vem

Me acode
Me morde

Vem

Celamar Maione

2 comentários:

Amapola disse...

Boa noite.
Belo poema.

Estou lhe seguindo.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Um grande abraço.

Rosangela disse...

Belíssimo Cel, gostei d+...
Grande beijo!