Delírio

                                                                     

vencida
pelo cansaço
de desejar-te
em vão
adormeço
com teu
cheiro
de macho
tatuado
no meu
corpo
sonho
com o
teu sexo
rijo e
quente
dançando
em minha
carne
rubra
uníssonos
chegamos
ao orgasmo
penetrando
mentes
que vibram
na mesma
sintonia
indecente
de delírios
fantasias
orgasmos
e beijos




Um comentário:

Rosangela disse...

Haha, em outras versos, embora outros lençois; parece que nossos sonhos são os mesmos.
É um sonhar constante e esta constância é que me intriga a alma... Até quando só sonho?
Bjs Cel!