Isso sim, é poesia

Que não seja eu
rotulada de poetisa,
neste momento
que de minhas entranhas
jorra desejo...
Mas que me possua
                                                           como uma gata selvagem no cio
aquele que me deseja.

Que não leia minhas palavras
mas que as sinta...
e que goze de prazer
ao imaginar
meus delírios de  tesão!

Quero ser tocada agora
com selvageria
e num entra e sai
pingando, 
molhada,
gemer e  gemer... 
até explodir!

E depois 
quero descansar...
Dormir.
Ser acordada com flores 
e café da manhã na cama...
Isso sim é poesia.

2 comentários:

Long Haired Lady disse...

toda mulher gosta de uma oegada forte!

Blog do Pizano disse...

poetar e gozer
estas são as melhores
e mais fortes rimas

são amores que
explodem em flores