Felina





Felina
te arranho
até as entranhas
num jogo de
manha
sedução
e fantasia

mansa
molhada
e atrevida...
caminho
em silêncio
por entre
frestas


afio as garras
e possuída
ataco faminta
cheia de tesão


instigado
seduzido
enfeitiçado
cais mais
uma vez
na minha
cama
me assanha

          Celamar Maione

 Foto : Atriz Penelope Cruz - Foto tirada da Internet 


Um comentário:

Rosangela disse...

Nossa, amiga a imagem perfeita para a poesia, Penélope linda!
Toda felina deve ser atrevida, viva, assanhada. Isso ninguém pega da gente e é de graça. Só custa o esforço de se amar!