Outono
















Outono, as folhas caem...
Nossas vidas que se perderam
mas deixaram marcas
dos momentos vividos, das noite sem fim
do calor da paixão, das flores, de amores

O sol se pôs no horizonte
fiquei só, só eu e saudades
Te esperei cada instante
mas sombria a noite chegou
chegou sombria e tão fria...

Agora madrugada
quando todos dormem
não durmo, não falo, só penso
na fúria das noites de paixão
tão ardentes como toda a estação

Abandono meu ser
e me perco por completo
na lembrança da luz dos teus olhos
sob a luz da lua, das tuas mãos vorazes ,
invadindo intimades

de nossos corpos
tão justos em nós mesmos,
tão juntos um em dois,
abusando sem pudores, as vezes machucando ,
com algum sangue e muitas dores

Falo de meus anseios, sem decência.
Quando fecho meus olhos
não é mais em gozo...
É à espera do sonho,
consolo único de tua ausência

Peço licença à Poesia e perdão pela heresia:
eu nua te esperava e você não aparececia
eu nua te esperava ,
eu nua molhava e secava , só e nua
Eu nua te imaginava...


Texto: Neusa Fiesta
Gravura de Eduardo Lima

12 comentários:

Celamar Maione disse...

Neusa,
poesia linda !
É uma doce espera cheia de agonia e você retratou tão bem....
Nós e nossas saudades....momentos que mexem e não querem parte na mente e no corpo , produzindo bela e boa poesia.

bj

Celamar Maione disse...

Errata: " Não querem PARTIR"

mundo virtual disse...

Olá querida e admirável amiga!!!
Que palavras ardentes, com uma sensibilidade enorme,as palavras fluem conforme as saudades e desejos contidos no corpo de quem ama,sente falta da chama que é apagada em uma noite de puro amor em toda sua plenitude,completo.Sou amante a moda antiga linda,adoro a maneira que vocês escrevem e descrevem tão belos sentimentos,eu adorei esse espaço vou visitar sempre!!
Bjsssss minha amiga!!!

Neusa Fiesta disse...

Querida Celamar, obrigada pelo carinho! Fico feliz que tenha gostado. Um grande beijo!

Jackie Freitas disse...

Oi Neusinha querida!
Mais um lindo poema escrito por você! É , amiga...você tem o dom, as emoções à flor da pela, a paixão... Tudo misturado e resultando em uma maravilha como essa!
Parabéns, querida! Admiro-te muito!!
Grande beijo,
Jackie

Guta Schneider disse...

Querida Neusa,

Quero parabenizá-la pelo lindo poema e pelo blog!

Fiquei apaixonada pelo trabalho de vocês.

Desejo-lhes imenso sucesso!

Beijos,

Guta

Neusa Fiesta disse...

Jackie, eu sou uma mera aprendiz ...
Poetisas são as "feras" que criaram o Blog. Estou aqui de expectadora...
Mas, fico muito feliz que tenha gostado e agradeço pelo seu enorme carinho!!!
Um grande beijo!

Neusa Fiesta disse...

Olá Guta!
Muito obrigada pelo carinho!
Feliz em saber que vc gostou...
O mérito não é meu, mas agradeço!

Um grande beijo!

Neusa Fiesta disse...

Querido amigo Mauro!
Sinto-me feliz e honrada com seu comentário. Quero agradecê-lo por seu carinho!
Um grande beijo

Malu disse...

O Outono é a estação mais apropriada aos corações dos poetas... mágico e ameno transporta a todos para cores, sabores e aromas nunca antes experimentados...
Linda poesia, Neusa.
Um grande abraço, minha amiga!!!

Neusa Fiesta disse...

Tem razão, Malu...
O outono é uma estação que nos deixa mais introspectivos...
Que bom que gostou, vindo de vc é um grande elogio! Muito obrigada pelo carinho. Um grande beijo!

Luisa L. disse...

Lindo poema, Neusa!

O Outono da nossa paixão, dos nossos desejos. Quente e aveludada.

Beijos!